Centro Social Roger Cunha inaugura fachada decorada com Desenhos das Crianças

site

O Centro Social Roger Cunha Rodrigues realizou no dia 27 de Outubro de 2016 a inauguração da pintura do muro referenciado pelo projeto “Colorindo o Muro”.

Há muito tempo, surgiu a inquietação sobre a pintura do muro da instituição, no entanto, por falta de recursos víamos a impossibilidade de levarmos pra frente esta ideia. Sendo alvo, de pichações, deixando o ambiente sem harmonia e visibilidade, o que pouco evidenciava o nosso trabalho, desconhecido muitas vezes pela própria comunidade e sociedade civil.

site-1

Ao firmarmos parceria com a Vara de Execuções de Medidas e Penas Alternativas (VEMEPA), a qual compete à fiscalização e o acompanhamento do cumprimento das alternativas penais. Esta instituição disponibilizou um espaço para que pudéssemos realizar a captação de recursos para a instituição, através da elaboração de projetos a serem submetidos à avaliação. Com isso, percebemos que finalmente, teríamos a possibilidade de conseguir concretizar a pintura do muro.

Elaboramos o projeto intitulado “Colorindo o Muro”, que teve como objetivo: proporcionar um ambiente alegre e harmonioso ao Centro Social. Posteriormente à sua elaboração, foi submetido a avaliação e após alguns meses, recebemos a notícias da aprovação. Sendo assim, obtivemos a liberação de recursos para comprar os materiais da pintura.  Este projeto possibilitará também a pintura do muro pelo lado interno da instituição, que ainda está em processo.

O processo de pintura dos muros foi protagonizado pelas nossas crianças e adolescentes, através da reprodução de desenhos selecionados. Assim, conseguimos transmitir para a comunidade e a sociedade civil os valores vividos na instituição e conscientizá-los sobre a importância do trabalho desenvolvido nesse local.

Na ocasião, obtivemos a iniciativa de uma empresa que se prontificou em realizar a reprodução dos desenhos, sem custos, voluntariamente. Rodrigo Pot, Dabela Neto, Odois e Henrique da empresa POINT PAINT, reproduziram cada desenho, respeitando os mínimos detalhes exposto pelas crianças.  Acreditamos que esse trabalho contribuiu na valorização da criatividade e habilidade das crianças, através dos desenhos selecionados para a pintura.

O conteúdo retratado nas pinturas é fruto do trabalho feito com o “Dado do Amor”, que norteia as ações e atividades desenvolvidas no Centro Social. Trata-se de uma ferramenta pedagógica, que através da “Arte de Amar”, fundamentada no ideal da unidade, de Chiara Lubich (fundadora do Movimento Focolares), apresenta o “Dado” como instrumento lúdico para a sua atuação. Este dado apresenta, de forma sugestiva, nas suas seis faces, os pontos-chaves da “Arte de Amar” a serem colocados em prática por crianças e adultos nos relacionamentos cotidianos: 1. Amar a todos; 2. Ser o primeiro a Amar; 3. Amar o inimigo; 4. Amor Recíproco; 5. Amar o outro; 6. Fazer-se um.

Essa pequena prática é um verdadeiro elemento de transformação. Semanalmente, todos juntos jogamos o dado. A frase sugerida pela face sorteada do dado deverá nortear as nossas ações nesse período. Diariamente, durante as nossas atividades, é reservado um momento de condivisão dessas experiências, que foram vividas em casa, na escola e no próprio Centro Social.

site-2

A arte de amar, e a sua prática, foram o motor inspirador das pinturas das crianças, retratadas no muro. Esse projeto quer ser também uma fonte de inspiração para a comunidade e sociedade civil, que poderá conhecer e buscar fazer parte dessa vivência, que está expressa em uma linguagem universal.